Inscreva-se em nossa Newsletter:

 

 

4 fatores que auxiliam o embarcador na preservação de materiais

As perdas e avarias de materiais são algumas das grandes causas de prejuízos no setor de logística. Ao visar o aumento do faturamento e diminuição de custos, é imprescindível que o processo logístico de uma organização faça um bom planejamento, levando em consideração a preservação de materiais e a redução de perdas.

Garantir que a sua mercadoria saia de seu estabelecimento com segurança e ainda seja transportada e entregue ao destino final em perfeitas condições é sempre um desafio para os gestores da área.

Pensando nisso, elencamos 4 fatores que auxiliam o embarcador na preservação de materiais. Pronto para saber quais são? Então, acompanhe este post até o fim!

1. Adequação do ambiente de carga e armazenamento

As exigências do local de armazenamento dos materiais devem seguir as características do produto a ser estocado. Em geral, a recomendação é que o lugar seja livre de umidade, contato direto com a luz solar e abafamento. Além disso, o espaço deve ser adequado para receber determinada quantidade de itens, a fim de evitar o empilhamento incorreto dos mesmos.

Produtos especiais como perecíveis, medicamentos, produtos agrícolas etc., requerem condições especiais de acondicionamento que envolvem temperatura, ventilação, iluminação e demais especificidades.

2. Utilização de embalagens adequadas

Outro ponto importante a se destacar na preservação de materiais é a escolha da embalagem correta para acomodar o produto. Cada tipo de material exige um tipo de invólucro específico.

O ideal é que ele acomode e proteja bem a mercadoria. Se necessário, utilize os três principais tipos de embalagem (primária, secundária e terciária). Esses embrulhos devem ser resistentes e de qualidade, já que serão manuseados por pessoas — e até mesmo máquinas — e ainda vão enfrentar longos caminhos até chegarem ao seu destino final.

3. Escolha a melhor transportadora

Acertar na escolha da transportadora ideal para fazer o envio de sua carga não é uma tarefa muito fácil. Para isso, é fundamental realizar algumas ações como:

  • enumerar as transportadoras e filtrar as que realmente atendem as exigências do seu tipo de negócio;
  • analisar as taxas cobradas em cima do valor do frete;
  • verificar a área de abrangência;
  • pesquisar a agilidade e a flexibilidade da empresa, principalmente como ela trabalha nos períodos sazonais, entre outros.

Mais um ponto crucial para formatar o sucesso nessa escolha é verificar qual modal de transporte oferece mais segurança no despacho de mercadorias. Entre eles, o transporte rodoviário se sobressai no quesito avarias com produtos, o que ocorre principalmente pelas péssimas condições das estradas brasileiras. Mesmo assim, ele ainda representa a maior parte da responsabilidade de envio de cargas.

4. Utilizar um software de gestão especializado

Esse fator é primordial para auxiliar embarcadores na preservação de materiais. Sem ele, fica muito difícil otimizar as operações logísticas e torná-las mais eficientes e produtivas.

No mercado é possível encontrar várias soluções para cada tipo de necessidade. Veja alguns exemplos:

  • ERP: voltado para a gestão de logística integrada;
  • WMS: específico para o controle de estoque;
  • TMS: próprio à gestão de transportes, do qual é possível verificar o controle da carga, custos do processo, roteirização etc.

É muito importante que o embarcador tenha um software de gestão de transporte para otimizar os processos de gestão das transportadoras contratadas. Afinal, com ele vai ter um maior domínio sobre a situação de sua carga como a preservação de materiais, além de poder reduzir os custos com fretes e mensurar o desempenho de transportadoras.

Se está em busca de uma solução inteligente para auxílio na sua gestão logística, entre em contato conosco. Estamos à disposição para melhor atendê-lo e solucionar os seus problemas.

gestão de logística

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sistema de Gerenciamento de Transporte para Embarcadores